*Não finalizado*

O que nos faz não gostar de alguém? De onde a inimizade vêm? Através de quais aspectos, vivências, sentimentos, pode-se criar um sentimento de ódio por um outro ser humano?

Deve-se citar, primeiramente, que tais perguntas são direcionadas a relacionamentos interpessoais sadios e sem envolver qualquer tipo de violência, apenas aqueles em que se desenvolve algum tipo de sentimento que não se enquadra na categoria dos sentimentos de afeto, sendo então classificado como algo ruim, que causa algum tipo de desconforto quando na presença da pessoa em questão.

Tais dúvidas são de fato dúvidas, não são retóricas. Busco compreender tal sentimento, para trabalhá-lo em prol de algo que me acrescente ao invés de ficar cultivando-os de maneira que cresçam, causando consequências tanto psicológicas quanto sociais.

Quando não gostamos de alguém, ou simplesmente temos algum sentimento de desconforto (no sentido de apatia) na presença de alguém, pode-se observar alguns aspectos. Tais aspectos, obviamente, foram observados de acordo com minhas vivências e não necessariamente pode se aplicar a todos.

Todos nós somos dotados de inúmeras inseguranças. Tal aspecto, pode-se manifestar de diversas maneiras em diferentes pessoas, algumas acabam por desenvolver tais inseguranças de um modo que culminam em outras ramificações de “defeitos” psicológicos, outros mascaram tais inseguranças desenvolvendo outro extremo de características psicológicas, como o orgulho, a prepotência…

Todos também, temos um ideal de aparência física, emocional, psicológica, mental, intelectual que buscamos alcançar no decorrer de nossas vidas. Tal ideal, geralmente, possui sentido inverso às nossas inseguranças. Pois, por exemplo, se somos tímidos, nosso ideal se direciona a extroversão, se temos dificuldades como por exemplo, matemática, nosso ideal intelectual se direciona a alguém que se dê bem com a área de exatas, e por assim vai…

Tais ideais, podem ser explicados através de inúmeras observações psicológicas, mas que não se encaixam ao objetivo deste texto. O fato é que, quando alguma pessoa, apresenta alguma característica desenvolvida que coincide com alguma habilidade presente no nosso “ideal” o primeiro sentimento que temos é de estranhamento, pois, afinal, a pessoa detêm algo que é seu objetivo de caminhada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s